Lixo: nem no espaço cabe mais. Reportagem Scientific American.

Sucata espacial como fragmentos de satélites, equipamentos de espaçonaves, foguetes gastos e até ferramentas perdidas estão entre os 16.000 itens catalogados com mais de 10 centímetros que rondam a órbita baixa da terra: altitudes de 200 a 2.000 quilômetros. Já há que se pensar em uma solução de limpeza espacial. Até que a ideia do Wall-e, um robô que passa séculos limpando a terra não é tão absurda… Cheers!

Space may be incomprehensibly vast, but Earth’s environs are crowded with junk. Spent rockets, derelict spacecraft, satellite fragments and loose hardware now form a cloud of debris that poses a threat to orbiting satellites and astronauts. Sky watchers have catalogued more than 16,000 objects larger than about 10 centimeters, most of them in low Earth orbit, at altitudes of 200 to 2,000 kilometers.

And the junk is self-sustaining. If humankind were to cease all spacefaring activities, the hardware we have already cast off would continue to collide and fragment into bits for centuries. Maintaining current launch rates would make the problem even worse. The number of space objects has shot up in the past five years because of China’s 2007 test of an antisatellite weapon and the 2009 crash between Russian and U.S. satellites. Governments are contemplating cleanup measures but have yet to devise a workable solution.

Credit: Jan Willem Tulp, Sources: Ting Wang Stanford University (2012 debris data); J.C. Liou NASA Orbital Debris Program Office (future projections)

Space Age Wasteland: Debris in Orbit Is Here to Stay

Even without future launches, low Earth orbit will remain polluted

WALL-E

http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=space-age-wasteland&WT.mc_id=SA_CAT_SPC_20120412#

Anúncios

Sobre ricardonagy

USP/PUC-SP. Bacharel em Direito PUC-SP. Pós-graduando em Direito Civil pela EPM-TJSP. Bacharel e Licenciado Letras inglês/português USP. Pós-graduado em Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação PUC-SP.
Esse post foi publicado em cidadania, curiosidades, direito e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Lixo: nem no espaço cabe mais. Reportagem Scientific American.

  1. Hi to all, it’s actually a nice for me to pay a quick visit this web page, it contains valuable Information.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s