Como falar muito sem dizer nada.

“Naquela conversa informal, soava prosápia descontraída, em espécie de implúvio, na sinonímia perfeita de átrio só para conversações de amigos ou correligionários (…)”
Texto da defesa do deputado Sérgio Naya entregue à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados (1998)

Ok, ok, aqui vai:

Implúvio
s.m. No átrio das casas romanas, espaço aberto às águas pluviais, que caíam numa abertura central e retangular chamadacomplúvio.

Átrio?
s.m. Principal aposento das casas nos primeiros tempos da Roma antiga. — Era usado como sala de estar e de lazer, e também como cozinha e dormitório. Tinha um fogão central e, no teto, acima dele, uma abertura para deixar sair a fumaça, como nos primitivos salões da Europa. O nome vem da palavra latina atrium, de ater, que significa preto, com referência ao teto enegrecido pela fumaça nesse aposento.

E você? Que não estudou para ser político. Aqui vai um interessante guia para você não fazer feio. Enjoy!

Anúncios

Sobre ricardonagy

USP/PUC-SP. Bacharel em Direito PUC-SP. Pós-graduando em Direito Civil pela EPM-TJSP. Bacharel e Licenciado Letras inglês/português USP. Pós-graduado em Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação PUC-SP.
Esse post foi publicado em curiosidades, dicas culturais, direito, documentário e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s