Diabéticos: “Google revela lente de contato inteligente”. Lente monitora insulina de diabéticos pelas lágrimas. Blog ‘Olhar Digital’.

lente de contato Google

Pode ser o fim da picada, literalmente, para os diabéticos. Esse protótipo, anunciado pela Google, promete medir o nível de glicose das pessoas por meio das lágrimas. Há 2 microchipes instalados na própria lente que monitoram suas lágrimas e enviam, sem fio, usando uma antena na própria lente, mais fina que um cabelo humano, para outro dispositivo, como seu celular,  ou até mesmo para seu médico.

As lágrimas usadas são aquelas geradas naturalmente pelo olho humano para lubrificação. Elas caem em um poro na lente, permitindo a leitura.

De acordo com a Federação Internacional de Diabetes, 1 em cada 20 pessoas tem diabetes hoje, número que deve aumentar para 1 em cada 10 pessoas até 2035.  Cheers!

Link para o texto da Health Line:

“The eye naturally generates tears over the course of the day to keep the eye moist and healthy. These tears leak into the pore in the lens, allowing the sensor to read their glucose content. From there, the antenna can transmit a signal to a smartphone to tell the lens wearer his or her glucose reading.”

link para o vídeo:

“Glucose levels change frequently with normal activity like exercising or eating or even sweating. Sudden spikes or precipitous drops are dangerous and not uncommon, requiring round-the-clock monitoring,” say Google [x] co-founders Brian Otis and Babak Parviz in a statement sent to ABCNews.com.

http://abcnews.go.com/Health/google-contact-lens-monitor-diabetes-holds-promise/story?id=21577373 

Link para reportagem do blog “Olhar Digital”:

O Google anunciou que trabalha na criação de uma lente de contato inteligente voltada especialmente a pessoas com diabetes. Uma vez colocado no olho, o dispositivo usa as lágrimas do usuário para monitorar a quantidade de glicose presente em seu sangue.

“A lente é composta por um chip wireless e um sensor miniaturizado de glicose prensados entre duas camadas de material gelatinoso. O dispositivo ainda deve ser equipado com um LED que emitirá sinais sempre que houver alteração no nível de glicose.

Segundo Brian Otis e Babak Parviz, que encabeçam o projeto, embora ainda em estágio inicial, a ideia já passou por diversos testes clínicos que ajudaram na refinação do protótipo. Eles ainda terão de enfrentar processo regulatório norte-americano e fechar parcerias que ajudem no desenvolvimento das lentes.”

Anúncios

Sobre ricardonagy

USP/PUC-SP. Bacharel em Direito PUC-SP. Pós-graduando em Direito Civil pela EPM-TJSP. Bacharel e Licenciado Letras inglês/português USP. Pós-graduado em Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação PUC-SP.
Esse post foi publicado em cidadania, curiosidades, social media revolution e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s